Em primeira ação contra criptomoedas no Brasil, CVM proíbe fundos de realizar investimentos

Segundo entendimento da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a partir desta sexta-feira (12) os gestores e administradores de fundo do Brasil estão proibidos de investir em criptomoedas como o Bitcoin.

Como é unanimidade no mundo todo, ainda não há um consenso sobre a natureza jurídica e econômica deste tipo de transação, porém a CVM acredita, por meio de seu artigo nº 2 V da Instrução CVM 555, que as criptomoedas não podem ser classificadas como ativos financeiros e por conta disso a proibição. 

 

Resultado de imagem para bitcoin 50 mil dolares
Bitcoin e outras criptomoedas tem atingido alta no mercado, o que vem atraindo muitos investidores

 

O ofício emitido pelo órgão alerta que o investimento em criptomoedas está repleto de riscos e que medidas precisam ser tomadas para evitar problemas. Em dezembro passado o presidente do Banco Central, Ilan Godlfajn, disse que o investimento em moedas dessa natureza seriam como uma espécie de pirâmide, porém não tomou medidas para restringir as transações.

 

VIA: Folha de S. Paulo.